sábado, 24 de novembro de 2012

Editora LeYa lança “Eu, Dommenique”, a história de uma Dominatrix brasileira





Eu, Dommenique apresenta relatos verídicos de diferentes tipos de sessões de dominação e revela as ideias e inquietações de uma mulher que é, acima de tudo, senhora de si.
Nada do que você vai ler é imaginação. Tudo é real. Verdadeiro. Tão real e verdadeiro como Dommenique Luxor, a mulher que viveu tudo isso e agora conta para você como é, como se faz, o que acontece, o que se sente.
Se você tem curiosidade em saber o que é dominação, então não vai perder esse livro. E se você é uma dominadora ou um dominador, ou se tem curiosidade sobre o tema, vai se rever nessas páginas.

“Fiz tudo como mandava o figurino. Contrato de servidão. Se era pra ser, seria. Nem eu sabia direito o que fazer, e por isso mesmo segui no jogo. Qualquer coisa qu Editora LeYa lança “Eu, Dommenique”, a história de uma Dominatrix brasileira
Os homens que procuram Dommenique envolvem-se com ela em um sofisticado jogo de dominação e submissão. É um jogo com limites previamente combinados, mas não há jogadas ensaiadas. Dentro desses limites, tudo pode acontecer. A regra é muito clara e específica: A Domme decide e executa, o escravo serve e obedece – física, mental e emocionalmente. É um jogo erótico e sexual, e os envolvidos sentem prazer de forma peculiar.

e eu praticasse seria aceita, e ele assinou”. Isso foi a primeira vez. Depois… bom, depois você não vai ser capaz de ler como essa gaúcha virou a rainha das dominadoras."

“O poder é todo meu. Sou dona da minha casa.
Do meu corpo. Do meu prazer. E dona dos meus objetos. Dona. Senhora. Madame. Mistress.
Rainha. Deusa. Dominatrix. Domme. Dommenique.”

Título: Eu, Dommenique
Autora: Dommenique Luxor
Nº de páginas: 192

Nenhum comentário:

Postar um comentário