segunda-feira, 26 de setembro de 2011

evento -Programa literário debate homossexualismo no livro Bom-Crioulo


Programa literário debate homossexualismo no livro Bom-Crioulo, do escritor cearense Adolfo Caminha



O Literatura em Revista, programa de apreciação e difusão literária do Centro Cultural Banco do Nordeste, debaterá a temática do homossexualismo no livro Bom-Crioulo, publicado em 1887 pelo escritor cearense Adolfo Caminha.

Com entrada franca, o tema será apresentado pela pesquisadora paraibana Cícera Araújo de Sousa, na próxima terça-feira, 27, às 18 horas, no cineteatro do CCBNB-Fortaleza (rua Floriano Peixoto, 941 - 2º andar - Centro - fone: (85) 3464.3108).

Nesta edição, Cícera Araújo de Sousa revisitará as crítica que Adolfo Caminha teceu em "Bom-Crioulo", um livro inovador que evidenciou a temática homossexual em uma das instituições mais elevadas do País - a Marinha - em pleno século XIX.

Com sua escrita naturalista, o autor mostrou os desconcertos de uma nação jovem, juntamente com a hipocrisia de uma sociedade baseada nas relações de poderes centralizadores.

Tendo estado a bordo das viagens na época em que prestou serviço para a Marinha, Adolfo Caminha revelou ficcionalmente as humilhações físicas e psicológicas a que eram submetidos os marinheiros.

Em meio à tripulação, os leitores encontrarão personagens não-convencionais, expostos ao preconceito homossexual e à discriminação racial, questões tão atuais em pleno século XXI, que serão levantadas e debatidas com o público presente ao Literatura em Revista.

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

evento - TRIXMIX Edição de 24 de Setembro



Projeto reúne conceituados artistas

da nova cena circense, burlesca e cômica,

quinzenalmente, aos sábados, no Estúdio Emme.

TRIXMIX

Edição de 24 de Setembro



“SEXY AND AUDACIOUS” Time Out SP

“SURPREENDENTE E DIVERTIDO” Época SP

“ATMOSFERA DA BELLE EPOC” Veja Online

“O CABARÉ MAIS BADALADO DE SÃO PAULO” Estadão





Cheesecake – Pin up, burlesque, strip chic. Uma das atrações da noite estreia



O Trixmix é projeto que reúne no mesmo show

consagrados artistas da cena circense,

burlesca e cômica da atualidade,

para apresentações autorais.





TRIXMIX 2011

Edição 24 de Setembro

ELENCO TRIXMIX 2011





Palhaça Rubra e Banda

Para comandar o show, os mestres do humor e do improviso







Marcelo Lujan

Funambulista, malabarista e músico, com seu surpreendente número de equilíbrio







Cheesecake

Stripchic com toda classe e sensualidade







Stefany di Bourbon

E sua famosa e hilariante performance de “Whitney Houston”



4 - Stefany di Bourbon.jpg



Alisson Lima

Bailarino pernambucano com especialidade em frevo







Gabriella Argento

Humor e muita alegria com a palhaça Du Porto







Cínthia Beranek

Acrobata aérea com passagem pelo Soleil e seu número na lira







Solas de Vento

Mostra o encantador “Caleidoscópio”







TRIXMIX

2 edições mensais

Segundo e quarto sábados do mês



24 DE SETEMBRO

8 E 22 DE OUTUBRO

12 E 26 DE NOVEMBRO

10 DE DEZEMBRO



Abertura da casa: 20h00 com dj e drinks

Início do Show: pontualmente às 21h

Duração do espetáculo: 90 minutos

Local: Estúdio Emme
Av. Pedroso de Moraes, 1036

Recomendação: 18 anos

INGRESSOS: R$ 50,00

Antecipados: www.compreingressos.com

Tel: 11. 2626.5835

Capacidade: 300 lugares

Estreou dia 13 de agosto
Entrada e assentos para deficientes / Serviço de Bar
Estacionamento:
R$ 15,00 - serviço de valet.

domingo, 18 de setembro de 2011

Lançamento - POR QUE AS MULHERES FAZEM SEXO



POR QUE AS MULHERES FAZEM SEXO
de David M. Buss Ph.D., Cindy M. Meston Ph.D.


Páginas: 296


O pessoal do Somos (que atua a mais de dez anos na produção e difusão cultural LGBT ) questionou - Mulheres fazem sexo para quê? Essa é fácil, para procriar e sentir prazer, oras. Esse é o discurso combinado e aceito pela sociedade, certo? Mas a bem da verdade é que elas descobriram (faz algum tempo) novas utilidades e ganhos com sua prática.


E foram mais longe ao indicar este livro, ...de acordo com os pesquisadores, uma imensa gama de interesses está embutida na "modalidade", desde seu uso para conquistar status social, vingança e serve até como moeda de troca para determinados serviços (ficou curioso?).

O LIVRO
Você acha que as mulheres fazem sexo apenas para expressar amor, para ter prazer ou para ter filhos? Quando a psicóloga clínica Cindy M. Meston e o psicólogo evolucionista David M. Buss uniram forças para pesquisar as motivações sexuais das mulheres, o que descobriram deixou-os completamente perplexos! Com base em sua pesquisa pioneira sobre reações fisiológicas e emocionais, bem como num meticuloso estudo baseado nos depoimentos de mais de mil mulheres realizado exclusivamente para este livro, os autores revelam os motivos que orientam as decisões sexuais das mulheres. Reproduzindo as palavras das próprias mulheres e com o apoio de sólidas evidências científicas, os autores examinam o uso do sexo como: tática defensiva contra a infidelidade do parceiro; meio de ganhar mais status social; moeda de troca por prestação de serviços; remédio para dor de cabeça e até mesmo usado como vingança! Por que as mulheres fazem sexo é o trabalho mais rico e profundo realizado até hoje sobre a sexualidade feminina. Um livro indispensável para qualquer pessoa interessada em saber mais sobre a relação das mulheres com o sexo e o erotismo de forma geral.



OS AUTORES
Cindy M. Meston, Ph.D., é uma das mais destacadas pesquisadoras da sexualidade feminina em todo o mundo e professora de Psicologia Clínica na Universidade do Texas, Austin, onde dirige o Laboratório de Psicofisiologia Sexual, uma das principais instituições de pesquisa avançada no mundo sobre experiência sexual feminina. David M. Buss, Ph.D., um dos fundadores da Psicologia Evolucionária, é professor na Universidade do Texas, Austin, e autor de mais de 200 artigos científicos e de vários livros de sucesso, além de ganhador de diversos prêmios, entre eles o da American Psychological Association, a maior organização científica e profissional dos Estados Unidos. O artigo que redigiu com Cindy Meston, "Why Humans Have Sex", teve repercussão internacional e foi publicado nos Archives af Sexual Behaviar, a publicação oficial da International Academy of Sex Research.



UM LANÇAMENTO